As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Antipolítica

Luiz Zanin Oricchio

25 de agosto de 2011 | 10h16

Interessante a coluna de hoje de Contardo Calligaris, na Ilustrada. Em “Antipolítica“, ele nota, entre outras coisas, como o debate político, no Brasil, na Itália e em outras partes,se restringe à questão da corrupção.

Uma conclusão é certeira: nesse tipo de discussão, a sociedade desloca a corrupção para a política e se atribui o papel de reserva moral da nação. No entanto (e isso a coluna não diz), para existir um corrupto, é preciso existir um corruptor. Este, raramente aparece ou vira manchete. Por quê?

Outra coisa, e nesse ponto, a coluna me deixou insatisfeito: acho que, para a geração de Contardo, limitar a ação política à luta contra a corrupção deve parecer um objetivo modesto demais para quem já sonhou em transformar a sociedade.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: