As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alvi-verde imponente…

Luiz Zanin Oricchio

04 de maio de 2008 | 18h06

Não tenho nenhuma dúvida de que o melhor time ganhou o campeonato paulista. O Palmeiras investiu, conseguiu uma parceria, trouxe a melhor comissão técnica disponível no mercado, contratou bem e, como se sabe, tudo isso costuma dar certo. Milagres são muito difíceis em futebol. A vitória por 5 a 0 não deixa margem a dúvidas.Parabéns, palmeirenses.

Foi legal também a campanha da Ponte que, sob o comando de Sérgio Guedes, reencontrou o caminho da dignidade. Jogou bonito ao longo do campeonato, mas faltou aquele algo a mais para ir além de um papel de coadjuvante na decisão. Se continuar a disputar decisões desse jeito, a Ponte vai levar mais 108 anos para ganhar um título.

No Rio deu Flamengo contra o Botafogo, que entra na reta final com o mesmo espírito da Ponte Preta. E o Inter atropelou o Juventude, como também se esperava. Talvez não por oito gols, que é placar de pelada, ou de baba, como se diz na Bahia. Aliás, na boa terra deu Vitória, dos meus amigos João Carlos Sampaio e José Araripe. E, em Minas, o Cruzeiro confirmou a goleada do primeiro jogo e voltou a vencer o Atlético.

Parabéns a todos os campeões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.