As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

À espera de Indiana Jones

Luiz Zanin Oricchio

19 de maio de 2008 | 10h37

Eli me pergunta qual a minha expectativa em relação a Indiana Jones e o que acho de blockbusters. Há todo um auê em torno do quarto episódio, por sua estréia mundial em CAnnes, diante da mídia mundial, etc. Bem, vou ver Indiana daqui a pouco, às 14h30, numa sessão para jornalistas, digamos, especializados. O filme estréia aqui na quinta.

O que posso dizer é que essa expectativa não altera a minha pulsação. Vou profissionalmente, e com a intenção de ser justo com o filme, isto é, sem aquela devoção antecipada do fã e nem a rejeição apriori dos que detestam a “indústria cultural”, da qual Spielberg, Ford & Lucas são próceres. Sempre vou ao cinema esperando me divertir. E, francamente, diversão é o máximo que se pode exigir desse tipo de filme. Acho engraçadíssimo quando colegas (em geral mais jovens, mas nem sempre) tentam dar um status de “arte” ao que não passa de entretenimento. Minha praia cinematográfica é outra, bem outra, mas espero passar um bom momento em companhia de Indy. É só o que peço a ele.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.