As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

’12 Anos de Escravidão’, a história do homem livre que é feito escravo

Luiz Zanin Oricchio

20 de fevereiro de 2014 | 10h55

Solomon Northup era um cidadão nova-iorquino, violinista, homem culto, casado e com filhos. Numa viagem de negócios a Washington, o drogaram e, quando acordou, viu-se transformado em escravo. Vendido para as plantações do Sul do país, penou durante muito tempo até conseguir ser libertado. De volta à sua casa e família, escreveu um livro importante para a campanha pela abolição da escravatura nos EUA. Esse texto pungente está na origem de 12 Anos de Escravidão, dirigido pelo britânico Steve McQueen e indicado para nove categorias do Oscar. É favorito aos troféus principais, entre eles o de filme, direção e ator para seu magnífico intérprete, o também britânico Chiwetel Ejiofor. A história cobre os 12 anos de sofrimento de Solomon, do sequestro em 1841, ao resgate em 1853.

Leia matéria completa  aqui.

Tudo o que sabemos sobre:

Prêmio Oscar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.