As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um ano!

Luiz Carlos Merten

06 de abril de 2019 | 00h29

Já passou da meia-noite. Completa-se neste sábado, dia 6 de abril, um ano da minha cirurgia de joelho. O médico que me operou não me enganou. Disse que havia um percentual pequeno de pacientes que seguiam com a dor, após a prótese. Sou humano. Se o número é tão pequeno, por que eu? A dor virou minha indesejável companheira, mas os demais problemas – o superaquecimento do joelho, como se houvesse infecção, o inchume na barriga da perna -, nada disso é normal, segundo os médicos – os outros – que tenho consultado. O problema é que ninguém diz o que é, ou pode ser. Até já me disseram que a solução seria abrir de novo. Nunca! Se houve erro médico, que seja só um. E eu caminho melhor, sem sombra de dúvida. O problema é que, com a perna, e juntamente com ela, muita coisa implodiu em minha vida ao longo desse ano. Não só na minha vida. No Brasil. Não estou me queixando – constato. Enfim, um longo ano. A vida segue. Estou tomando uma taça de vinho para comemorar – o quê, mesmo? Neste sábado tem mais É Tudo Verdade, no mês que vem tem Cannes. O importante é não parar. É a isso que brindo.