As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ufa, que susto!

Luiz Carlos Merten

13 Janeiro 2014 | 14h24

Estou um bagaço. Fiquei na Redação até 2 da manhã para o fechamento da capa do Caderno 2, com o resultado final do Globo de Ouro. Fui dormir às 3 e acordei às 6, porque às 7 já estava no laboratório para fazer uma cintilografia que durou toda a manhã. Arre! Agora, de novo na Redação, acabo de gravar um especial para a TV Estado, justamente sobre o resultado desta madrugada. 12 Anos de Escravidão e Trapaça confirmaram seu favoritismo nas categorias de drama e comédia e foram os vencedores da noite. Confesso que temi por 12 Anos. O filme foi indicado em diversas categorias e foi perdendo todas. Ganhou a principal, para compensar. Não tenho dúvidas de que os dois filmes serão indicados para o Oscar com O Lobo de Wall Street e Gravidade. Por mais que goste de outros atores, adorei que Matthew McConaughey e Jared Leto tenham ganhado seus Globos por Clube de Compras Dallas, de Jean-Marc Vallée. E, mesmo não gostando muito de A Grande Beleza, entendo que as pessoas fiquem cativadas pela exuberância da mise-en-scène de Jean-Marc Vallée. Mal comparando, é como o Martin Scorsese de O Lobo. Di Caprio definiu seu diretor como ‘visionário’. Virtuosismo, virtuosismo, mas nada que me convença muito. Estou correndo para o médico. Posto mais tarde para outras observações sobre o Globo de Ouro. Agora, tenho de ir.