As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Socorro! Perdi-me nas estreias

Luiz Carlos Merten

09 de dezembro de 2019 | 09h42

Estou arrasado. Essa história de viver viajando, de emendar o Rio com Brasília, ou vice-versa, e Buenos Aires me deixou meio fora do ar. Terminei perdendo datas. Na minha cabeça, Os Dois Papas estreava nesta semana – estreou na quinta passada, 5. E, agora, como vou emplacar capa para um filme de que gosto muito – e tendo feito todas aquelas entrevistas -, com ele já em cartaz? Assunto para debater na reunião de pauta de hoje do C2. Outra estreia que terminei perdendo – A Rosa Azul de Novalis, de Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro, que pode muito bem ser meu melhor filme brasileiro do ano. E tenho de recuperar o Ainda Temos a Imensidão da Noite, de Gustavo Galvão, do qual gostei bastante. O xis é que teremos hoje à noite a votação da APCA, o que me impediu de já seguir nesta segunda para o Rio, onde, à noite, começa o festival com Mulherzinhas, de Greta Gerwig, que estou louco para ver, tendo assistido às três versões anteriores do romance de Louisa May Alcott – por George Cukor, Mervyn LeRoy e Gillian Armstrong. Viajo amanhã e fico durante todo o festival, até 19 – quando estreia Star Wars- The Rise Skywalker. Dezembro está me saindo bem agitado.

Tendências: