As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prodígio técnico

Luiz Carlos Merten

14 de maio de 2008 | 16h07

CANNES – Estou aqui na sala de imprensa, ao lado de Rodrigo Fonseca, do ‘Globo’, que também ficou impressionado com ‘Bashir’. Rodrigo me deu a informação que não resisto a repassar imediatamente para vocês. Com base do dossiê de imprensa do filme de Ari Folman, ele respondeu à pergunta que eu estava me fazendo. Folman gravou o filme em vídeo, mas seus animadores, Yoni Goodman e David Polonsky, não trabalharam em cima das imagens, transformando-as em desenho, como já virou praxe. Com base no que Folman captou, eles foram desenhando o filme quadro a quadro. Impressionante, como eu espero que vocês possam ver logo, seja no Festival do Rio, na Mostra de São Paulo ou por meio de lançamento comercial.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.