As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Olha o Oscar, chegando

Luiz Carlos Merten

23 Janeiro 2018 | 10h18

TIRADENTES – Não vai ser um post sobre a Mostra. Daqui a pouco, a Academia de Hollywood faz o anúncio dos indicados para o Oscar. Tem gente que está madrugando ou nem foi dormir esta noite na Cidade das Estrelas para não perder o evento. O Sindicato dos Atores confirmou os vencedores do Globo de Ouro – Gary Oldman e Frances McDormand, na categoria drama, Sam Rockwell e Alisson Jenney (os coadjuvantes são misturados, drama e comédia ou musical), e eles com certeza estarão entre os indicados. Guillermo Del Toro está indicado no Sindicato dos Diretores – a premiação será dia 2 de fevereiro – e já venceu no Globo de Ouro. Dificilmente não estará entre os finalistas da categoria – vai até ganhar – e A Forma da Água, o que é sempre um reforço considerável, venceu como melhor filme para o Sindicato dos Produtores. Steven Spielberg não concorre a melhor diretor no sindicato, mas já vi os dois filmes e não creio que A Forma e Três Anúncios para Um Crime sejam melhores que The Post – A Guerra Secreta. Meryl Streep vai de novo para as cinco finalistas, e até deveria ganhar, pois está fantástica como Katharine Graham, mas não. O chileno Uma Mulher Fantástica fica entre os cinco indicados para filme estrangeiro? The Square – A Arte da Discórdia, que Marçal Aquino, numa conversa rápida, me definiu ontem como filme inteligente – até concordo, mas não gosto muito -, e Em Pedaços são apostas mais certeiras. Enfim, falta pouco. De minha parte, vocês sabem. Posso estar contra o mundo, mas prefiro o Churchill de Brian Cox, que nem será indicado. E Cynthia Nixon? Embora Além das Palavras/A Quiet Passion tenha estado em Berlim, em 2016, o filme estreou nos EUA em abril de 2017. Ela já não esteve no Globo de Ouro, não creio que vá para o Oscar. É extraordinária como Emily Dickinson. Shame on you, Academy.