As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mostra de SP (4)/Western sobre canibais?

Luiz Carlos Merten

24 Outubro 2015 | 10h56

Estrear o novo Spielberg na Mostra é covardia. Ainda não consegui ver Ponte dos Espiões. Posso gostar pontualmente de vários filmes do diretor (ET, a série Indiana Jones, a garotinha de vermelho no campo de extermínio de Schindler, a espetacular abertura de Soldado Ryan etc), mas há um Spielberg antes e depois do 11 de Setembro. A trilogia informal formada por O Terminal, Guerra dos Mundos e Munique, e Lincoln são grandes filmes que pensam o mundo e a política, essa senhora ‘democracia’. O que Spielberg achou de tão interessante para voltar à discussão sobre Guerra Fria? Estou curiosíssimo, mas infelizmente não hás de ser hoje que vou conseguir ver Ponte dos Espiões. Estou na dúvida cruel já colocada no post anterior – O Inquieto ou Bom-Dia Tristeza? Em termos de restauro, a Mostra exibe hoje outro filme emblemático – Juventude Transviada, de Nicholas Ray, com o trio James Dean/Natalie Wood/Sal Mineo, todos mortos e, na tela, insuportavelmente belos. Imagino que todo mundo vai correr para Dheepan e Son of Saul, e aproveito para dizer que, no jornal, fui salvo in extremis. Trato o filme sempre como ‘romeno’, sei lá por quê. É húngaro! Eu sugiro que vejam Ixcanul, da Guatemela, e Aferim!, esse, sim, da Romênia. São ótimos. E também não me perguntem por quê, mas ontem, ao pegar o catálogo da Mostra, abri ao azar e caí na página de Bone Tomahawk, de um tal S. Craig Zahler, que não sei quem é, mas me interessei pela história e pelo elenco (Kurt Russell, Patrick Wilson). Um western, e sobre a caçada de um grupo de pistoleiros a… canibais. Vou ter de dar um jeito de conferir.