As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Melhores, piores e brasileiros no exterior

Luiz Carlos Merten

23 de outubro de 2020 | 22h28

Fui ontem rapidinho à banca do Conjunto Nacional para comprar revistas de cinema. A Empire de julho – julho! – mapeia os 50 maiores heróis do cinema, de Martin Brody, o chefe de de polícia interpretado por Roy Scheider em Tubarão, o 50º, até o primeiro – Indiana Jones/Harrison Ford. A lista não é nenhum Clube do Bolinha e, em segundo, está a Ripley de Sigourney Weaver da série Alien. Total Film de setembro propõe outra enquete bem interessante, ou quem sabe mais divertida. Os 20 piores filmes ever. Ed Wood pode dormir sossegado seu sono eterno. Nenhum filme dele foi listado. As Loucas Aventuras de James West, com Will Smith, e The Wicker Man/O Sacrifício, com Nicolas Cage, foram o 20º e o 19º. Mulher Gato, com Halle Berry, o quarto, Batman e Robin, de Joel Schumacher, com George Clooney e Chris O’Donnell, o segundo, mas como primeiro não tem para ninguém. Foi, é e será por muito tempo Cats. Comprei também a Sight and Sound de outubro, com Christopher Nolan na capa e The inside story of Tenet, a que assisti nesta manhã, mas não posso falar porque tem embargo até a tarde de terça, 27. A revista dedica oito páginas a Nolan – oito! – e outras cinco a Antônio Campos, nascido em Nova York de pai brasileiro – o jornalista Lucas Mendes -, mais uma e meia a Sócrates, de Alex Moratto, apontado para estrear em 4 de setembro no UK. O filme de Antônio Campos, The Devil All the Time, baseado no aclamado romance gótico de Donald Ray Pollock, recebe altos elogios, como o de Alex Moratto, interpretado por Christian Malheiros. O de Campos deve ter entrado no streaming em 16 de setembro, na Netflix de lá. Robert Pattinson está no elenco – no dele e no do Nolan. Bad religion. Bogus preachers and corrupted religion. Campos está falando dos EUA, do público de Donald Trump no Meio-Oeste, mas pelo que diz a revista deduzo que poderia ser o Brasil de Bolsonaro. Fiquei louco para ver o filme.

Tendências: