As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Grande Loznitsa!

Luiz Carlos Merten

06 Outubro 2018 | 10h01

Havia conversado na quinta com Sergei Loznitsa, o cineasta russo (ucraniano) que está de volta a São Paulo e hoje à tarde conversa com Kleber Mendonça Filho e o público, após a exibição de Donbass, às 3 da tarde, no IMS, na Paulista. O filme é uma porrada, mas, a bem da verdade, toda a obra de Loznitsa, em revisão no Instituto, é forte e crítica sobre a derrocada do império russo. Vejam, revejam! Loznitsa reside em Berlim e, se insistisse em viver na Rússia, fazendo oposição a Vladimir Putin, provavelmente estaria preso, ou confinado, como Kiril Serebrennikov, o diretor de Leto/O Verão. Conversamos sobre o filme e Loznitsa, com muito tato, me disse que se trata de uma fantasia sobre a perestroica, que, como tudo na Rússia, foi muito pior – mais brutal. Entendo seu ponto de vista, mas gosto demais do filme de Serebrennikov e prometo voltar a ele, depois. Estou indo para a coletiva da Mostra. Só queria deixar o registro da exibição e do debate à tarde, no IMS. E o Caderno 2 deste sábado tem a minha entrevista com Loznitsa. Grande Loznitsa!