As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Esses italianos

Luiz Carlos Merten

29 de novembro de 2014 | 12h35

Embarco amanhã para Londres, para ver o Hobbit e entrevistar, 13 anos depois, Peter Jackson. Estou na maior corrida. Tive de ver Big Hero por conta de outra entrevista, e Into the Woods, também por conta de possíveis entrevistas. Gostei do musical de Stephen Sondheim, que faz a revisão dos contos de fadas, na suntuosa encenação fílmica de Rob Marshall. Divertime-me com Chris Pine como o príncipe mulherengo, educado para ser charming, não wise. Correndo para fazer entrevistas, e matérias, não tenho tido tempo de prestigiar os festivais de cinema italiano. São dois. Hoje, pretendo passar minha tarde e noite entre o Belas Artes e o Cine Livraria Cultura. Quero ver Roberto Faenza (Anita B), Pupi Avati (Um Garoto de Ouro) e Mario Martone (Um Jovem Fabuloso). Amanhã, antes de viajar, se der, gostaria de emplacar o Gianni Amelio (L’Intrepido/Um Herói Solitário). Se der ainda posto alguma coisa, antes de embarcar. E amanhã, no Caderno 2, saem as matérias sobre os DVD e blu-ray de Fedora e Gremlins, que fiz depois de voltar de Alphaville e antes de jantar com meus amigos Gabriel Villela, Cláudio Fontana e Dib Carneiro. Eles foram ver uma peça – Maricas, sobre Garcia Lorca -, que amaram. Gostaram do texto, do ator. Fica como recomendação.