As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Empate

Luiz Carlos Merten

20 de janeiro de 2014 | 12h39

E a Guild dos Produtores, hein? Em 25 anos de premiação, a Liga – ou sindicato – dos produtores pela primeira vez dividiu ontem seu prêmio entre dois filmes concorrentes, e foram 12 Anos de Escravidão e Gravidade, os melhores da disputa do Oscar 2014, para os destaques do cinema em 2013. Nos últimos anos, o prêmio da Producer’s Guild tem sinalizado para o vencedor do Oscar de melhor filme, e no ano passado, Argo, de Ben Affleck, bateu Lincoln, de Steven Spielberg, com muito maior número de indicações. Este ano, a indecisão dos produtores para escolher the best acrescenta mais emoção à disputa do Oscar. Gravidade, de Alfonso Cuarón, e Trapaça, de David O. Russell, somam mais indicações (dez, cada) e 12 Anos concorre em seis. No desempate, a lógica dos produtores favorece Cuarón, mas o prêmio de elenco do SAG conta pontos para Trapaça. Novo empate, e eu sigo aqui torcendo pelo 12 Anos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.