As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diario de Cannes (37)

Luiz Carlos Merten

24 de maio de 2014 | 14h53

CANNES – Quentin Tarantino disse na coletiva que a Palma de Ouro para Pulp Fiction mudou a vida dele. Tarantino e Uma Thurman foram chamados ao palco para apresentar a Palma de Ouro, e ela foi para Nuri Bilge Ceylan, da Turquia, pelo belissimo Winter Sleep. Nuri namorava o premio hah anos. Eh totalmente merecido, a obra de um verdadeiro filosofo do cinema. Como se filma, como se ilumina, como se constroem dialogos. Winter Sleep dah conta de tudo para falar, entre outras coisas, do intelectual no mundo moderno.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: