As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário de Cannes (20)

Luiz Carlos Merten

21 de maio de 2014 | 13h30

Festival de Cannes
CANNES – Fiquei muito deprimido pela manhã, na sequência de incidentes envolvendo uma matéria que fiz com Wagner Moura. Mas aí ocorreram coisas maravilhosas, que só este festival pode me proporcionar. Fui entrevistar Marion Cotillard e os Dardenne pelo novo filme, Dois Dias e Uma Noite. Toda vez que os encontro, e por conta da familiaridade adquirida quando integrei o júri deles da Caméra d’Or, pergunto quando vão ao Brasil. Luc me confirmou que vai este ano, em outubro. Jean-Pierre talvez não possa acompanha-lo, mas ele já colocou na agenda a viagem. Fiquei feliz porque estou em lua de mel, de novo, com os irmãos, por causa de Dois Dias. O filme retoma um projeto que eles haviam deixado de lado. Por que? Arrisquei a resposta – porque eles não tinham a atriz, e só quando Marion Cotillard entrou em cena o filme começou a tomar forma. Jean-Pierre acrescentou que não apenas Marion, que é maravilhosa. O ator que faz o marido, Fabrizio Rongione, também. Saí dali de novo em paz comigo. Já havia feito, pela manhã, entrevistas muito legais com Guillaume Canet, o sr. Cotillard, e principalmente com Juliano Ribeiro Salgadfo, codiretor de Sal da Terra, que me falou de forma muito bonita de ‘Tião’, e se trata de seu pai, o grande Sebastião Salgado. E a minha tarde ainda teria mais coisas a oferecer. Havia marcado de entrevistasr Zhang Yimou, por Comingo Home, do qual gostei bastante. A surpresa foi que terminei entrevistando também Gong Li. Ela estava deslumbrante, mas quando não é? Como Marion, vestia uma roupa leve de seda, as duas de branco e preto, e lindas. Como Marion, Gong Li, despida da aura de deusa, faz uma mulher comum. É pena que o filme dela não passe em competição. Zhang Yimou disse que não foi sua escolha e concordou que Gong é tão boa que poderia aspirar ao prêmio de melhor atriz. Por conta das entrevistas, perdi o Godard, que vou ver amanhã. Foi por uma boa causa.

Tudo o que sabemos sobre:

Festival de Cannes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: