As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diario da Croisette (28)

Luiz Carlos Merten

26 de maio de 2013 | 14h24

CANNES – E os primeiros premios do 66.o festival acabam de sair para o Oriente. O premio de curta, outorgado pelo juri de Jane Campion, foi para Safe, de Moon Byoug Gon, da Coreia do Sul. A Camera d`Or para Ilo Ilo, de Anthony Chen, de Singapura. A president Agnes Varda fez um discurso emocionado para justificar a escolha. Disse que seu juri escolheu nao um filme de orquestra, mas de `petite chambre`. O primeiro premio do juri de Steven Spielberg nao poderia ter sido mais certo. Por mais que torcesse por Toni Servillo, Bruce Dern, por Nebraska, de Alexander Payne, foi uma grande escolha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.