As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Del Toro! Nolan! E o garoto nota 10 de Me Chame pelo Seu Nome

Luiz Carlos Merten

23 Janeiro 2018 | 12h35

TIRADENTES – Guillermo Del Toro lidera a disputa do Oscar com 13 indicações por A Forma da Água, inclusive melhor filme, direção, roteiro, atriz (Sally Hawkins) e ator coadjuvante (Richard Jenkins). Del Toro pode nem levar muita coisa – acho que repete a melhor direção do Globo de Ouro -, mas sua indicação em tantas categorias já é uma tomada de posição contra o presidente Donald Trump, cujo racismo declarado o tem levado a descontar nos mexicanos. The Shape of Water tem todo um subtexto político que remete à polarização da Guerra Fria, quando a ‘América’ queria ser grande no espaço. Embora tenha sido gestado antes da ascensão de Trump, tem tudo a ver com o momento. Christopher Nolan foi indicado para melhor filme, diretor e um monte de prêmios técnicos, por Dunkirk. Steven Spielberg só a melhor filme e atriz, Meryl Streep, por The Post. Mesmo não sendo um grande fã de Corra!, alegra-me que Jordan Peele e seu ator, Daniel Kaluuya, estejam entre os indicados. Greta Gerwig também concorre nas categorias de filme, direção e roteiro. E Timothée Chalamet, o Elio de Me Chame pelo Seu Nome, está entre os cinco atores finalistas. Garoto nota 10! Apesar de alguns nomes conhecidos, grandes nomes, acho que há aí, nessa 90.ª edição do Oscar, muita gente nova, e uma aposta nos talentos emergentes. O chileno Uma Mulher Fantástica ficou entre os cinco finalistas para melhor filme estrangeiro. Concorre com dois grandes filmes – o russo Loveless e o húngaro De Corpo e Alma -, mais o libanês The Insult, que não vi, embora tenha sido a obra que inaugurou o Festival de Cinema do Líbano, aí em São Paulo, no fim do ano passado. Vocês já viram que estou omitindo The Square, mas não gosto muito do sueco, que é, de qualquer maneira, um concorrente de peso.