As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cine Ceará!

Luiz Carlos Merten

01 de setembro de 2019 | 09h46

Liguei ontem cedo pela manhã para Orlando Margarido, em Fortaleza, para saber detalhes da abertura do Cine Ceará. Anna Luiza Müller, que faz a assessoria, insistiu para que eu fosse, mas não tinha como emendar Gramado e o Ceará. Cheguei a ir ao Rio para entrevistar Fernanda Montenegro e Karim Aïnouz, que fizeram a abertura com A Vida Invisível (de Eurídice Gusmão) e ele recebeu a homenagem do festival. Disse o Orlando que foi lindo, emocionante, e até levantou uma questão de ordem – está sendo o 29º Cine Ceará, o que fazer para o 30º, que será uma data redonda? Como ir mais longe? E o que estaremos comemorando no ano que vem? A retomada da economia, he-he? A avacalhação da cultura? O triunfo do desmatamento e das queimadas? Fernanda, Karim. Acontece, contou-me o Orlando, que havia um convidado extra na abertura do Cine Ceará, e ele arrombou a festa. Fernando Haddad! Faz todo sentido o ódio do presidente à cultura.

Tendências: