As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Chris Marker

Luiz Carlos Merten

03 de agosto de 2012 | 09h39

Chris Marker morreu no outro dia. O parceiro de Alain Resnais! O precursor de Terry Gilliam! Cineasta, fotógrafo, escritor. Vamos inverter a ordem – escritor, fotógrafo, cineasta. Chris Marker escreveu dois filmes para Resnais. O primeiro, ‘Les Statues Meurent Aussi’, é sobre a arte africana, mas é também sobre a memória do colonialismo e a celebração da estatuária nativa como elemento de resistência. Não por acaso, o documentário de 1952 foi censurado na França. Marker voltou a colaborar com Resnais em ‘Le Mystère de l’Atelier’ e fez ‘Les Astronautes’ com Walerian Borowczyk. Jean Tulard diz, no ‘Dicionário de Cinema’, que ele foi um dos grandes renovadores do documentário e do curta-metragem na França. Neste sentido, antecipou-se à nouvelle vague e, mesmo não se identificando com o movimento, foi um de seus precursores. Foi escritor, a caméra-stylo de Alexandre Astruc. Foi fotógrafo e seu cinema é muitas vezes feito da montagem de imagens fixas. Assim é ‘La Jetée’, sua crítica da sociedade futurista, que inspirou ‘Os Doze Macacs’. Marker fez filmes na China (‘Dimanche à Pekin’), na antiga URSS (‘Lettre de Sibérie’), na ilha de Fidel (‘Cuba, si’). Foi o catalisador de um projeto coletivo, ‘Loin du Viet-Nam’, que reuniu um monte de artistas (Resnais, Jean-Luc Godard, Agnès Varda etc) no protesto contra o intervencionismo norte-americano no Vietnã. Falando para uma agência internacional que noticiava sua morte, Costa-Gavras disse que tudo de bem que se dissesse sobre Chris Marker o artista, o precursor, seria válido, mas ele achava importante destacar o homem, sempre solidário com as causas dos trabalhadores e os movimentos de libertação. Chris Marker morreu aos 91 anos. Há dois ou três anmos, o MIS sediou uma exposição de suas fotos, colhidas ao longo de mais de 50 anos. Em 1985, ele fez ‘Akira Kurosawa’, que gostaria muito de ver. O ‘Imperador’ revisto por Marker. Sempre atraído pela memória e a lembrança, o que Chris viu em Akira? Talvez exista algum link para o filme na rede. Se alguém souber, me informe.

Tendências: