As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Catherine aos 70

Luiz Carlos Merten

22 de outubro de 2013 | 14h25

LOS ANGELES – Em Berlim, em fevereiro, entrevistei Catherine Deneuve (mais uma vez). O filme era Ela se Vai, Elle s en Va. Catherine faz uma avoh. Vai para a cama com um homem mais jovem. Ele diz que ela deve ter sido muito bonita quando jovem. Nao sao muitas as estrelas, talvez nenhuma outra, que ousassem encarar desse jeito a idade e o tempo. Catherine o faz talvez porque saiba que continua uma bela mulher. Perguntei-lhe se nao havia sido problema fazer a tal cena. Ela me perguntou, surpresa – Mas por que? Era o que havia de mais interessante no filme. O resto jah fiz. Grande Deneuve. A mae de Chiara Mastroianni, que virou uma bela atriz. Catherine faz hoje 70 anos. Estou na maior corrida. Saio do hotel daqui a pouco para iniciar a longa viagem de volta. Valeu a pena. Harrison Ford, que ontem a noite recebeu um premio de carreira, foi otimo. Nao sabia que o chapeu de Indiana Jones eh de uma marca brasileira – do interior de Sao Paulo. Se houver alguma coisa interessante para por debaixo d0 chapeu – uma boa historia, por exemplo – ele veste de novo a pele de Indy, por que nao? Vi ontem 12 Years a Slave. Ainda estou chapado. O que eh o cinema? Nao cesso de me fazer a pergunta. Tenho respostas muito diferentes, de acordo com o momento. Pode ser a cara de Harrison Ford, em tantos filmes. Pode ser o estupor de Ejiofor Chiwetel no novo Steve McQueen. Pode ser, pode ser. Eh Catherine Deneuve, com certeza, nos filmes que esculpiram seu mito com Jacques Demy, Roman Polanski, Luis Bunuel e Francois Truffaut. Bem-vinda aos 70, Catherine. Eu espero chegar aih daqui a pouco.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: