As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Aquecimento

Luiz Carlos Merten

30 de dezembro de 2015 | 09h48

E o ano vai chegando ao fim. Amanhã, faço o post com a minha lista de dez mais de 2015, mas antes, proponho hoje, como aquecimento, duas listas. Os melhores brasileiros e os melhores estrangeiros. Da combinação das duas vai sair a lista final.
Brasileiros
Chatô
A Hora e a Vez de Augusto Matraga
Campo de Jogo
Oresteia
Casa Grande
Branco Sai Preto Fica
Que Horas Ela Volta?
Real Beleza
História da Eternidade (unicamente pela cena inicial, à Michelangelo Frammartino)
A Floresta Que se Move (pela representação do mundo do poder e do dinheiro, inédita na história do cinema brasileiro, exceto por algum Khouri antigo)

Estrangeiros
Mad Max – Estrada da Fúria
American Sniper
No Coração do Mar
Casadentro
Jauja
Numa Escola de Havana
Retorno a Ítaca
Adeus à Linguagem
Phoenix
Noites Brancas no Píer