As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

APCA!

Luiz Carlos Merten

02 Dezembro 2016 | 08h43

Dois, três dias sem postar. Tem ocorrido muita coisa. Na quarta à noite, 30, fizemos a votação dos melhores da APCA. Venceram os meus preferidos – melhor filme e roteiro para Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, melhor direção e fotografia (o magnífico Diego García) para Boi Neon, de Gabriel Mascaro, melhor atriz para Andreia Horta (Elis), melhor ator para Júlio Andrade (Sob Pressão) e melhor documentário para Cinema Novo, de Eryk Rocha. Meu colega Júlio Maria, biógrafo de Elis Regina, pode até pensar que é provocação com ele, porque não consegue enxergar a Elis em Andreia. Endosso o prêmio, claro – estava lá -, mas confesso que fiquei muito dividido. Tivemos alguns votos por procuração, perfeitamente legalizados, antes que se use isso como pretexto para falar mal da associação, e eles já apontavam para Andreia. Ela é ótima, mais que isso, excelente, mas se torço para Sonia Braga no Oscar – como desagravo àquela comissão de m… -, com muito mais justiça teria de alavancar sua campanha aqui na APCA. Enfim… Aquarius é um dos filmes do ano para Cahiers du Cinéma, Kleber é uma das apostas de cineasta para Variety, mas desqualificá-lo, e a seu filme, virou parte da p…ria em que se transformou esse País. Vale tudo em nome do antipetismo. Enquanto estamos nós, aqui, comocionados com a tragédia da Chape, no Congresso… A série ‘O horror, o horror’ não termina nunca.