As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Agora, o SAG

Luiz Carlos Merten

11 de dezembro de 2013 | 16h45

Perdi minha cabine, na verdade estou esperando para saber se conseguem remarcá-la para mim, e isso me dá tempo para mais um post. A Associação dos Cronistas Estrangeiros de Hollywood anuncia amanhã os indicados para o Globo de Ouro. Hoje, saiu a lista do SAG, o Sindicato dos Atores. Vi todos os indicados para melhor ator, quase todas as atrizes e só me falta um filme dos cinco indicados na categoria de melhor elenco. Bruce Dern, por Nebraska; Chiwetel Ejiofor, 12 Anos de Escravidão; Tom Hanks, Capitão Phillips; Matthew McConaughey, Dallas Buyers Club; e Forest Whitaker, O Mordomo da Casa Branca, foram indicados no SAG para melhor ator. É uma seleção e tanto e agora, sem pensar muito, eu votaria no Bruce Dern, que dificilmente vai ter outra chance dessa na vida, embora me escandalize a ausência de Christian Bale, menos até por Trapaça/American Hustle que por Out of the Furnace, em que ele está… Faltam-me palavras. Sublime, genial? Talvez o exato seja pungente. As indicadas para melhor atriz são – Cate Blanchett, por Blue Jasmine; Sandra Bullock, Gravidade; Judi Dench, Philomena; Meryl Streep, August: Osange County/Álbum de Família; e Emma Thompson, Walt Disney nos Bastidores de Mary Poppins. Não vi as duas últimas (a cabine de Álbum é na próxima terça), mas por melhor que sejam Judi e Sandra meu voto será sempre para Cate, que eleva o cinema de Woody Allen a seu melhor nível, o dos filmes com Mia Farrow (claro). Concorrem a melhor ator coadjuvante no SAG – Barkhad Abdi, por Capitão Phillips; Jared Leto, Dallas Buyers (meus preferidos); e também Daniel Brühl, Rush; Michael Fassbender, 12 Anos de Escuridão; e James Gandolfini, À Procura do Amor. Melhor atriz coadjuvante – Jennifer Lawrence, por Trapaça, ela deve ganhar, mas eu votaria em Oprah Winfrey, O Mordomo da Casa Branca; Lupita Nyong’o, 12 Anos de Escravidão; Julia Roberts, Álbum de Família; e June Squibb, Nebraska (que também é maravilhosa). Os cinco indicados na categoria de elenco do SAG são – 12 Anos de Escravidão; Trapaça; Álbum de Família; Dallas Buyers Club; e O Mordomo da Casa Branca. Não vi o Álbum, mas pelo trailer dá para ver que o elenco é poderoso, mesmo assim os quatro restantes, que vi, apresentam uma qualidade de interpretação excepcional. The best? Oscilo entre os afroamericanos, O Mordomo e 12 Anos, embora o Fassbender, com o perdão do trocadilho, não seja mole não no Steve McQueen, e ele mesmo – será que só em nome da correção política? –, disse que não fez nada mais difícil que esse sinhôzinho que estupra sucessivas vezes a mesma escrava (a indicada para melhor coadjuvante). É um ano de grandes interpretações. Sobre os indicados de TV, não opino, porque não vi nada. Mas vale o registro. Na categoria melhor elenco de série cômica concorrem – 30 Rock; Arrested Development; The Big Bang Theory; Modern Family; e Veep. Como melhor elenco de série dramática foram indicados – Boardwalk Empire; Breaking Bad; Downton Abbey; Game of Thrones; e Homeland.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: