Sobre a vaidade

Leandro Karnal

19 Dezembro 2016 | 09h50

A vaidade é conselheira astuta. Seduz. Instiga. Ser colunista de um dos maiores jornais do País? Estar toda semana nas páginas do Estadão? Fazer parte de uma instituição que remonta a 1875? Claro! Você merece, Leandro. You’re the guy! O orgulho não precisa de esforço imenso: ele prega sobre o valor das bananas para macacos famintos. O sim interno foi imediato. Enfim, meu narciso se entregava, tépido, ao deleite das palavras: “Colunista do Estadão”.

Continue lendo.