O historiador como juiz

Leandro Karnal

19 Dezembro 2016 | 10h15

A história me absolverá, falou Fidel Castro ao final do seu julgamento pelo ataque ao quartel de Moncada, em Cuba. Trata-se de um argumento tradicional, empregado em momentos de derrota. Também serve para diminuir a culpa dos pais ao punirem seus filhos: “Um dia, quando você tiver filhos, irá me entender”. Atribuímos ao tempo um valor pedagógico, uma revelação gradual do justo e do correto.

Continue lendo