Protestantes se manifestam durante concerto da Filarmônica de Israel em Londres e interrompem transmissão da BBC

Protestantes se manifestam durante concerto da Filarmônica de Israel em Londres e interrompem transmissão da BBC

João Luiz Sampaio

01 de setembro de 2011 | 19h11

A rádio BBC 3 interrompeu na tarde de hoje (noite na Inglaterra) a transmissão de um concerto da Filarmônica de Israel no prestigiado festival Proms, na capital inglesa, por conta de manifestações do público durante a apresentação. Manifestantes pró-Palestina começaram a gritar, no meio do concerto, mensagens de protesto contra a política israelense para o Oriente Médio. Após algumas peças, como não foi possível controlar a plateia, a emissora cancelou a transmissão, pedindo desculpas ao público e divulgando o seguinte comunicado em seu site: “Pedimos desculpas mas, por conta de prolongadas interrupções da plateia presente à sala de concertos, afetando a capacidade de audição da música, o concerto desta noite foi tirado do ar. O convite para a Filarmônica de Israel foi puramente musical, oferecendo a oportunidade de ouvir esse grande conjunto na temporada em que seu regente, Zubin Mehta, completa 75 anos, então estamos desapontados em saber que o público da emissora não poderá aproveitar todo o concerto”. Dias antes da apresentação, um grupo de músicos ingleses havia enviado ao festival uma carta na qual protestavam pela presença da filarmônica na programação. Em passagem recente pelo Brasil, Mehta conversou com o Estado. Indiano, é diretor artístico vitalício da filarmônica. E falou em aproximações. Participa de um projeto de educação musical em Ramallah – “Posso ir para lá por conta do meu passaporte indiano”. E diz que seu sonho é ver um árabe-israelense na filarmônica. “Juntos, palestinos e israelenses formariam uma potência econômica difícil de ser combatida.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: