Osesp volta a tocar na Sala São Paulo, sem a presença do público

Osesp volta a tocar na Sala São Paulo, sem a presença do público

Serão três concertos, com transmissão ao vivo pelos canais da orquestra nas redes sociais.

João Luiz Sampaio

31 de julho de 2020 | 10h46

A Osesp volta a partir deste sábado, dia 1º, a fazer apresentações na Sala São Paulo. Não haverá a presença do público: os concertos serão transmitidos ao vivo pela internet, nos canais da orquestra no YouTube, Facebook e Instagram.

O primeiro deles vai reunir músicos do Grupos de Metais da Osesp. No dia 7, a orquestra volta ao palco para a Sinfonia nº 7 e a Abertura Leonora nº 1 de Beethoven; e no dia 8, para interpretar a Sinfonia nº 5 e a Abertura Coriolano do compositor.

A orquestra será regida pelos maestros Wagner Polistchuk e Emmanuele Baldini.

Sala São Paulo/ Divulgação

 

Nas apresentações da semana que vem, com número maior de artistas no palco, será respeitado o limite de cinquenta músicos, indicado pelo protocolo de segurança sanitária preparado pela Fundação Osesp para direcionar a retomada das atividades.

A orquestra planejava voltar a receber o público já no dia 15 e tinha autorização do governo do Estado para tanto. A prefeitura decidiu, porém, que instituições culturais só poderão reabrir para as pessoas quando for atingida a Fase Verde do Plano São Paulo.

Tendências: