Karabtchevsky pede demissão do Municipal do Rio; secretaria diz não ter sido comunicada

Karabtchevsky pede demissão do Municipal do Rio; secretaria diz não ter sido comunicada

Motivos da demissão seriam a falta de verbas e desentendimentos com Emilio Kalil, presidente da Comissão de Programação do teatro

João Luiz Sampaio

23 de junho de 2015 | 19h09

Isaac-Karabtchevsky

O maestro Isaac Karabtchevsky pediu demissão da presidência da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ele havia assumido o posto no começo do ano e em uma carta enviada hoje à tarde à Secretaria Estadual de Cultura comunicou a intenção de deixar o cargo. A secretaria, no entanto, em nota oficial, nega ter recebido o pedido.

Leia também: João Guilherme Ripper é o novo presidente da Fundação Theatro Municipal do Rio

Procurado no final da tarde de hoje pelo Estado, o maestro afirmou não querer falar nesse momento à imprensa. Mas fontes ligadas a ele confirmam que esta é a terceira vez que ele pede demissão nos últimos meses – nos casos anteriores, ele teria sido convencido a voltar atrás pelos artistas do Teatro Municipal, que em uma carta enviada ao maestro manifestaram apoio ao projeto artístico por ele apresentado. A negação da secretaria se explicaria, segundo elas, porque a carta de demissão só teria sido protocolada no final da tarde.

Dois motivos teriam motivado a saída do maestro. Um deles é a falta de verbas, que teria impossibilitado a realização de boa parte de seus projetos. Outro tem a ver com a organização interna de trabalho. Na mesma data em que anunciou o seu nome como presidente da fundação, a secretaria da Cultura nomeou Emilio Kalil como presidente da Comissão de Programação do teatro. Nas últimas semanas, no entanto, os dois teriam se desentendido com relação a questões referentes tanto à programação artística quanto aos processos administrativos.

Mais conteúdo sobre:

karabtchevskymúsica clássica