Julio Medaglia é demitido do Teatro São Pedro

Julio Medaglia é demitido do Teatro São Pedro

João Luiz Sampaio

03 Agosto 2012 | 17h27

O maestro Julio Medaglia foi demitido no começo da tarde de hoje da direção artística do Teatro São Pedro. Ao longo da última semana, ele havia se desentendido com funcionários do Instituto Pensarte, organização social responsável pela gestão do teatro. Por conta disso, havia sido demitido, decisão da qual o instituto teria voltado atrás após conversa com o secretário estadual de Cultura, Marcelo Araújo. Na tarde de hoje, porém, o maestro foi convocado e demitido pelo conselho de administração do instituto. Em um primeiro momento, os concertos que Medaglia regeria amanhã e domingo no teatro foram cancelados – e fontes ligadas ao instituto disseram ao Estado que o mesmo deve acontecer com o restante da temporada do teatro. A Secretaria de Estado da Cultura, no entanto, diz em nota que os concertos serão mantidos e regidos por Emiliano Patarra (leia abaixo). O programa, porém, será alterado.

Julio Medaglia e o produtor José Roberto Walker assumiram o Teatro São Pedro no primeiro semestre deste ano, mas as relações com o Instituto Pensarte já estavam desgastadas. O estopim do desentendimento teria sido um episódio envolvendo as partituras da ópera “Medium”, de Menotti, próxima atração da temporada do teatro. Após receber a notícia de que as partituras ainda não haviam sido encomendadas, Medaglia procurou o Instituto Pensarte para discutir a questão. Foi demitido em seguida – por e-mail. O Estado teve acesso ao e-mail enviado por Márcio Amorim, diretor administrativo e financeiro do Pensarte, ao maestro:

“Em conformidade com o disposto na legislação trabalhista, comunicamos a Vossa senhoria que a partir da data de 26/07/2012, considera-se desligado de nosso quadro de pessoal. Destarte, declaramos rescindido seu contrato de trabalho por justa causa, nos termos da aliena ‘k’ do artigo 482 da CLT, por motivo de Ato lesivo da honra e boa fama ou ofensas físicas praticadas contra o empregador e superiores hierárquicos. Comunicamos ainda que V.Sa, deverá comparecer em nossa empresa na data de 30/07/2012, para receber seus haveres, e, homologar sua Rescisão de Contrato de Trabalho perante o sindicato de sua categoria.”

A secretaria de Estado da Cultura, procurada pela reportagem, ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Atualização, feita às 18h de sexta-feira, dia 3 de agosto:

A Secretaria de Estado da Cultura acaba de divulgar nota sobre a demissão do maestro Julio Medaglia e de José Silveira, diretor executivo do Instituto Pensarte. Diz a nota: “A Secretaria de Estado da Cultura foi comunicada nesta sexta-feira (3/8) da decisão tomada pelo Conselho de Administração do Instituto Pensarte, organização social responsável pela gestão do Theatro São Pedro, de desligar de seus quadros o diretor artístico Júlio Medaglia e o diretor executivo, José Silveira. A Secretaria agradece o trabalho realizado pelos profissionais e aguarda, até o final da próxima semana, que o Instituto apresente nova proposta de programação para o segundo semestre, dentro das diretrizes estabelecidas pelo órgão para aquele equipamento cultural. A Secretaria reafirma o compromisso de oferecer espetáculos de qualidade à população paulista.” Por telefone, a assessoria de imprensa disse ainda que os concertos do fim de semana não serão cancelados e serão regidos pelo regente titular da orquestra, Emiliano Patarra.