Caso OSB: a carta aberta dos jovens músicos e a resposta da fundação

João Luiz Sampaio

10 Abril 2011 | 00h58

Na tarde de hoje, após os músicos da Sinfônica Brasileira Jovem deixarem o palco antes da apresentação no Teatro Municipal do Rio, uma integrante da orquestra tentou, sem sucesso (o sistema de som foi cortado), ler uma carta que explicava a atitude dos artistas e o apoio aos colegas da OSB profissional. Reproduzo abaixo o texto:

A música acima de tudo! Nós da OSBJovem acreditamos nesta afirmativa. Acreditamos que para haver música deve haver músicos, e que para haver músicos deve acima de tudo existir respeito. Frente a toda esta situação indissociável – onde uma ação imoral encontra respaldo na lei – a dignidade de toda a classe musical deve prevalecer e, assim sendo, a OSBJovem se manifesta de forma pacífica se recusando a tocar, não apenas por estarmos sendo usados para substituir a OSB profissional, o que é fato, mas porque hoje estamos no papel de ser o futuro da música no país, e não queremos que a realidade musical e social continue sem respeito, sem moral e sem diálogo. Embora em mais de uma ocasião tenha sido colocado que a FOSB e o maestro estão abertos a diálogo, não acreditamos que isso possa resolver a nossa situação como músicos jovens, uma vez que esse mesmo canal de diálogo foi aberto aos profissionais e a FOSB não transigiu, desencadeando este triste cenário em que o meio musical se encontra. Queremos a partir de hoje, de agora e para sempre, exercer nossa profissão, fazer música em um ambiente saudável e tendo como principio o respeito ao próximo. Hoje estamos aqui nesta situação e escolhemos agir, escolhemos nos manifestar em prol da música e da verdade, e é com todo o respeito à plateia de hoje e de sempre que não tocaremos hoje. Temos esperança nas coisas certas, e é com essa esperança que agradecemos e contamos com o apoio de todos vocês.

No começo da noite, a Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira divulgou posição oficial sobre o ocorrido. Diz a nota:

A Fundação OSB lamenta profundamente o episódio deflagrado por parte dos músicos da OSB Jovem no início da tarde deste sábado (09/04). A FOSB considerou um desrespeito com o público que esteve presente para assistir ao espetáculo e com o próprio Theatro Municipal, templo da boa música. A Fundação comunica também que o Concerto da Juventude, que aconteceria neste domingo (10/04), às 11h, está cancelado. O público que comprou ingresso deve se dirigir à bilheteria do teatro para efetuar a troca. O telefone de contato para assinantes é (21) 2505-8383.