“Estão desmontando a Cultura”, diz o maestro Julio Medaglia

“Estão desmontando a Cultura”, diz o maestro Julio Medaglia

João Luiz Sampaio

28 Abril 2011 | 10h56

O “Caderno 2” publica hoje entrevista feita por Jotabê Medeiros com o maestro Júlio Medaglia, que foi demitido na terça-feira da rádio e TV Cultura, após mais de 20 anos de trabalho. “Quem me chamou foi o João Sayad (presidente da TV Cultura). Disse muito obrigado, que fui importante, mas que ia colocar jovens para fazer o programa de rádio e a cobertura dos projetos de ópera e ia comprar um enlatado americano para a TV. Curioso porque, quando assumi, ele me chamou e ficamos quase duas horas conversando. Ele me perguntava coisas e tomava notas em um caderninho. Mas, ao me demitir, não demorou nem um minuto e meio. Tinha 24 anos de programa e fui demitido em um minuto e meio. Ele resolveu seguir as opiniões de outras pessoas. Sei quem é a pessoa que conduz esse desmonte, mas não vou dizer porque não tenho como provar”, diz ele. A íntegra você encontra aqui.