Festival In-Edit Brasil 2019: Dicas de programação — 18/6 a 23/6
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Festival In-Edit Brasil 2019: Dicas de programação — 18/6 a 23/6

'O Barato de Iacanga', 'Guitar Days' e 'Alceu Valença - Na Embolada do Tempo', entre outros filmes, ainda têm exibições gratuitas em São Paulo; shows, festas e feira de vinil completam festival

Guilherme Sobota

17 de junho de 2019 | 11h27

Cena do filme ‘Barato de Iacanga’, em exibição no In-Edit Brasil. Foto: Arquivo Pessoal Leivinha

O 11.º In-Edit Brasil entra na sua reta final nesta semana, mas ainda com uma programação extensa — e gratuita, na maior parte.

No total, são 57 documentários, brasileiros e de fora, a maioria deles inéditos, sobre diversos assuntos relacionados ao universo musical. Outras atrações também estão programadas no festival, como show da banda Pin Ups e outras do movimento guitar dos anos 1990, uma feira de discos e debates com diretores e produtores.

A seguir, algumas dicas para a programação da semana (18/6 a 23/6)

O Barato de Iacanga

(Thiago Mattar, Brasil, 2019, 93’)

Mesmo sob a ditadura militar, o Brasil teve um Woodstock para chamar de seu. O ano era 1975 e o jovem Antônio Cecchin Jr, o Leivinha, resolveu organizar um festival de rock na fazenda de sua família, em Iacanga (SP), com nomes como Mutantes, O Som Nosso de Cada Dia, Jorge Mautner, entre outros. Após 6 anos, o festival foi retomado e teve mais três edições. O filme com entrevistas e imagens de arquivos conta essa história pouco conhecida da música nacional.

Spcine Olido: 18/06 – 19h | Sessão seguida de debate com o diretor.
Cinemateca Brasileira: 20/06 – 16h | Sessão seguida de debate com o diretor.

Antes que me Esqueçam, meu nome é Edy Star

(Fernando Moraes, Brasil, 2018, 80’)

A história do cantor, ator, dançarino e artista plástico, bem como novas gravações suas sob a direção musical de Zeca Baleiro.

Spcine Lima Barreto (CCSP): 18/06 – 18h
Spcine Olido: 21/06 – 19h

Alceu Valença – Na Embolada do Tempo

(Paola Vieira, Brasil, 2019, 85’)

O próprio cantor revisita toda sua trajetória musical com uma profusão de imagens de arquivo.

Spcine Lima Barreto (CCSP): 19/06 – 16h

Clementina

(Ana Rieper, Brasil, 2018, 75’)

Um olhar sobre a trajetória da cantora Clementina de Jesus (1901-1987). Revelada tardiamente, aos 63 anos, ela se tornou uma das maiores vozes do samba e foi considerada o elo entre a cultura brasileira e as raízes africanas.

Cinemateca Brasileira: 20/06 – 19h | Sessão seguida de debate com a diretora e a produtora do filme.

Amigo Arrigo

(Alain Fresnot e Junior Carone, Brasil, 2019, 85’)

Filme revisita a carreira de um dos principais artistas da vanguarda paulista.

Spcine Olido: 21/06 – 17h | Sessão com presença dos diretores.
Spcine Lima Barreto (CCSP): 23/06 – 18h | Sessão com presença dos diretores.

Guitar Days – An Unlikely Story of Brazilian Music

(Caio Augusto Braga, Brasil, 2018, 85’)

O movimento guitar brasileiro contou com uma profusão de bandas de diversas partes do país que traziam a guitarra para o plano principal das músicas, bem com estabeleceu as bases do que hoje conhecemos como indie brasileiro.

Spcine Lima Barreto (CCSP): 22/06 – 16h | Sessão seguida de show com a banda Pin Ups, na Sala Adoniran Barbosa, às 18h30.

Milford Graves: Full Mantis

(Jake Meginsky, Neil Young, Estados Unidos, 2018, 91’)

A criatividade caleidoscópica de Milford Graves, um dos percussionistas mais audazes do planeta, aqui é traduzida em imagens.

CineSesc: 18/06 – 17h
Spcine Olido: 23/06 – 18h

Atividades paralelas:

Show do Mani Padme Trio

Apresentação do grupo instrumental Mani Padme Trio em sessão especial do filme Zuza Homem de Jazz, com a presença do homenageado.

Blue Note SP: 19/06 – 22h15 (R$ 40 inteira, R$ 20 meia)

Feira de Vinil + DJs

Alguns dos melhores vendedores de vinil e zines da cidade ocupam o saguão da Sala BNDES enquanto, na área externa, DJs da Dublab fazem um som dançante, inspirados em filmes do Festival.

Cinemateca Brasileira: 20/06 – das 14h às 19h

Festa Sound System

Depois de um dia inteiro dedicado a filmes de reggae, dancehall e dub nas salas da Cinemateca, o Sound System Ruído Rosa e o coletivo FeminiNe Hi Fi tocam na área externa.

Cinemateca Brasileira (área externa): 22/06 – 19h30

Tudo o que sabemos sobre:

in edit brasilCinemaMúsicadocumentário

Tendências: