Pop rock adulto do Lestics

Estadão

15 de outubro de 2010 | 14h04

lestics_aosabutres_1.jpgLESTICS

AOS ABUTRES
Independente. Preço: R$ 10

Honesto é um adjetivo que, colocado depois de qualquer disco, sempre soa um tanto preconceituoso, como se o trabalho entrasse na categoria do passável, cinco e meio. Desde a primeira audição de Aos Abutres, quarto álbum do Lestics, penso em honestidade. No que existe de melhor na palavra. Nos discos sem frescura de Neil Young, na estética do “só tocamos o que fazemos bem ao vivo”, que alimenta o rock americano desde os anos 1960. Esse novo álbum é cristalino em suas intenções e surpreendente. Isso porque o Lestics abraçou o rock, novidade para uma banda que sempre pendeu mais para o folk e o country. Gravado em estúdio caseiro, Aos Abutres é um disco direto, sem firulas. Com tanta simplicidade, o que dá o tom são as letras. Olavo Rocha, que às vezes soa como Nasi, do Ira!, conseguiu afinar o pendor do Lestics para o pop sem recorrer à adolescência. Suas letras são bem trabalhadas, poéticas sem forçar a mão e, principalmente, sem gordura. É bom ouvir uma banda pop e adulta ao mesmo tempo.

Tudo o que sabemos sobre:

Aos abutresira!LesticsNeil Young

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: