O futuro do negócio de música, por Ricardo Tibiu

Estadão

25 de outubro de 2010 | 10h43

lars.jpgAcredito cada vez mais que a criatividade no modo em que os artistas expõem seus trabalhos e os exploram em novos formatos traga mais respostas positivas. Hoje em dia, a relação música x dinheiro é cada vez mais incerta, mas quem foge da mesmice é quem cativa seu público. Seja o Radiohead no melhor esquema “quer pagar quanto?” ou a Läjä Records (http://www.laja.com.br) que lança CDs, mas também DVDs, vinis e livros, e ainda “alimenta” seus seguidores com jogos online gratuitos e fazendo premiações! A internet tá aí para ser usada como ferramenta de auxílio, ouviu Lars Ulrich?!

Ricardo Tibiu é editor do Trama Virtual e toca o impagável blog Chiveta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: