Jovens cedem à luxúria por causa de letras com conteúdo sexual

Estadão

07 de agosto de 2006 | 20h03

Antes de mais nada não sou eu quem diz isso. Li na versão online do jornal inglês The Guardian que jovens cujos iPods estão cheios de música com letras calientes começam a fazer sexo mais cedo do que aqueles que ouvem outras músicas. No estudo, publicado na edição de agosto da revista Pediatrics, foram ouvidas por telefone 1.461 pessoas de idades que vão de 12 a 17 anos. E não adianta demonizar um só gênero. A luxúria ataca quem ouve rock, pop, rap ou hip hop (eu achava que rap era parte do hip hop, devo estar enganado…). Não acredito que mais de 50 anos depois de Elvis, the pelvis, ainda tem gente preocupada com esse tipo de coisa…

Pode ler a reportagem inteira aqui. Depois disso, recomendo duas saídas: morrer de rir ou comprar um disco da Sandy…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: