Roteiro pet: aonde ir com seu cachorro em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Roteiro pet: aonde ir com seu cachorro em São Paulo

Cris Berger

04 de janeiro de 2021 | 03h00

Lembro bem quando comecei a investigar, no começo de 2015, locais que aceitavam pets em São Paulo. Ainda éramos estranhos, pura novidade. Aos poucos, o número de casas a levantar a bandeira pet friendly começou a aumentar. Depois, surgiu a preocupação de nos receber com um pote de água e um petisquinho. Até que passamos a ter várias opções e, com isso, nasceu a necessidade dos estabelecimentos fidelizarem os clientes com pets.

Ella no Piadina Tree, um dos nossos favoritos. Foto Cris Berger/Coluna Pet Friendly

Eu e Ella (minha sócia pet na coluna) temos nossos favoritos no Guia Pet Friendly. Então aqui vai nossa listinha, para você também fazer check-in com o seu cachorro.

Um dos programas mais amados dos pet lovers é tomar café da manhã com os pets – neste caso, meu conselho é procure a padaria Le Pain Quotidien mais próxima. Se você for até a Vila Nova Conceição, tem grande chance de nos encontrar. Também adoramos a Le Pain de Higienópolis e da Alameda Lorena.

Para os dias de temperatura amena, não consigo pensar em um local mais agradável do que o jardim do restaurante Dalmo, no Itaim. Especializado em peixes e frutos do mar, tem mesas com ombrelones, serviço atencioso e espaço de sobra para os pets deitarem ao lado das mesas. Outro endereço delicioso para dias sem chuva é o Varal 87, em Moema. Por lá, o forte são as carnes nobres assadas na churrasqueira. Os pets são recebidos com pote de água e colchonete. Um mimo só.

Se sua fome pedir por hambúrguer com batata frita, coloque no GPS o Bullguer da Vila Nova Conceição. Nesse caso nem se preocupe com o clima, já que as mesas pet friendly são cobertas. Já declarei amor eterno às batatinhas com páprica e ao vegetariano Green One. Ainda na categoria lanche, gostamos muito do Piadina Tree de Moema. O espaço pet friendly é amplo, coberto e uma graça. Ele já faz parte da rota pet friendly, portanto, espere encontrar vários cachorros aos pés das mesas. E, claro, a Praça Pet do shopping Mooca Plaza é sempre uma boa opção ao ar livre.

Lembre-se que estamos dividindo espaço com outras pessoas e nem todas têm a sorte de estarem bem acompanhadas de pets, o que nos faz cuidar onde nossos cães sentam ou deitam para não atrapalhar o trânsito dos demais comensais e garçons. Também não podemos deixar nossos cães latirem sem parar. Caso isso aconteça, dê uma volta com ele – talvez seja uma boa ideia agendar uma hora com um comportamentalista animal para entender o motivo de tantos latidos.

Antes de sentar, certifique-se que seu melhor amigo fez suas necessidades e não está apertado, evitando assim um “acidente”. Claro, só frequente locais públicos se o seu pet não for reativo com outros cães e humanos. Se formos bons clientes, o número de locais pet friendly vai crescer ainda mais. É só fazermos nossa parte que tudo vai dar certo.

É JORNALISTA, FOTÓGRAFA E AUTORA DO GUIA PET FRIENDLY

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.