Hotel para pets e hotel pet friendly: entenda a diferença
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Hotel para pets e hotel pet friendly: entenda a diferença

Cris Berger

06 de janeiro de 2022 | 07h12

Ano novo, vida nova! Já fez sua lista de resoluções para 2022? Posso propor uma mudança? Que tal pararmos com essa história de “não é um pet friendly de verdade”? Acho mais adequado e, até justo, definirmos: hotel para cachorros e hotel pet friendly. Apesar de ambas hospedarem humanos com seus cães, as propostas são distintas e válidas. Basta definir qual é o seu quadrado.  

Natal X Réveillon

Passamos o Natal no hotel Doral Guarujá, que fica na frente da Praia da Enseada, no litoral paulista, e o réveillon na Pousada Rohsler, em Monte Verde, Minas Gerais. Nossa experiência foi fantástica nas duas, porém diferentes. E não é apenas o mar e as montanhas que diferem entre si e, sim, o fato do Doral ser um hotel pet friendly e a Rohsler um hotel para cachorros. 

Ella no Bar dos pets do hotel Doral Guarujá. Foto: Cris Berger

Qual é o melhor? Depende. Para a Ella (sócia neste blog e no Guia Pet Friendly) é empate técnico. Para o golden Sheldon, a Rohsler é o mundo perfeito. A Ella é uma cachorrinha da raça sharpei que por natureza tem um baixo nível de energia. O Sheldon tem 10 meses e, como um bom golden, energia tripla. Em outras palavras, ele precisa de liberdade. Já a Ella pode ser feliz e, consequentemente eu também, tanto no Doral como na Rohsler, pois não tem necessidade de nadar, nem de correr uma meia maratona como o animado Sheldon. 

Ella na área da piscina da pousada Rohsler. Foto: Cris Berger

Regras podem ser boas

As regras impostas pelo Doral, que recebe hóspedes com e sem pets, não nos atrapalharam em nada. O hotel aceita pets de todos os portes e raças, ou seja, os 18 quilos da Ella não foram um impedimento. Até porque o que vale é bom comportamento e não tamanho. Ele oferece o Bar dos Pets, onde podemos fazer as refeições com os nossos cachorros. Além do Solarium, que é uma área pet friendly exclusiva para tomar banho de sol e curtir a piscina que fica bem pertinho. O Sheldon não gostaria dele, pois precisa do gramado imenso, piscina e lago da Rohsler para se exercitar.  

Hotel para cachorro

Quem não é apaixonado por cachorro não deve ir em um hotel onde eles são o foco porque fatalmente haverá latidos, pulos, patas sujas na sua roupa, algum ladrão de comida que pode roubar seu croissant no café da manhã e chacoalhadas molhadas ao seu lado. 

Sheldon correndo no gramado da Rohsler. Foto: Cris Berger

Os cachorros pequenos ou medrosos, muitas vezes, se sentem coagidos pelos grandões que estão soltos. Alguns pais de pets não entendem o comportamento de seus cães, juram que são dóceis, e rosnadas e mordidas acabam acontecendo no percurso. 

Prepare o seu pet

O ideal é que antes de seu cachorro frequentar um hotel para cachorro ele tenha algumas aulinhas com um comportamentalista animal e seja bem socializado com outros cães e pessoas. Afinal, ele estará sem guia e podem ocorrer imprevistos. 

Observo que alguns cães estranham a Ella por nunca terem sido apresentados a um sharpei (uma raça rara) com respiração mais forte e a cheiram desconfiados. Alguns ficam com o pelo eriçado. Como a Ella tem um temperamento dócil, não acaba em briga, mas poderia.

Em tempo: os cães que vão em hotéis pet friendly (que recebem hóspedes com e sem pets) igualmente precisam ter algumas aulinhas.

O que não é pet friendly (de verdade)

O que você deve reclamar, com razão, é da hospedagem que limita o porte aceito e não oferece uma área para o café da manhã e espaço para você curtir as áreas sociais com o seu pet. O uso da guia, os espaços específicos para estarmos com os pets e regras de recolher o cocô, não deixar o pet fazer xixi no tapete ou na cama do quarto, a exigência que ele seja sociável com outros cães e pessoas e que não lata sem parar ao ponto de incomodar o vizinho são importantes para que a convivência entre diferentes tribos aconteça em harmonia. 

De hoje em diante, vamos entender o que é hotel para cachorro, hotel pet friendly e não cair na furada dos hotéis que não são pet friendly de verdade. Separar pais de pets de seus pets é mais do que proibido. Regras são legais e entender o que seu pet realmente precisa é o pulo do gato.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.