Lágrimas latinas

Estadão

06 de agosto de 2010 | 17h10

Wendy Guerra. Foto: Ana Carolina Ralston/Divulgação

Wendy Guerra. Foto: Ana Carolina Ralston/Divulgação

Wendy Guerra almoçou hoje (sexta) com Isabel Allende. Em seguida, a escritora cubana se encontrou com os repórteres Amilton Pinheiro (Revista Brasileiros) e Sérgio Vale (Brasil Econômico). Na primeira pergunta, sobre sua relação com a ditadura de Cuba, Wendy desatou a chorar. Segundo ela, ainda estava muito forte o teor da conversa com a colega chilena, quando ambas compartilharam sofrimentos e perdas por conta de regimes totalitários. Refeita minutos depois, a entrevista, por fim, começou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.