As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sônia Braga dedica prêmio a José Wilker: “Isto é para você, José, meu amor”

Flavia Guerra

05 de abril de 2014 | 23h59

Ela é a primeira atriz a receber o Prêmio Platino, entregue há pouco no Panamá e que celebra o cinema ibero-americano

 

 soniabraga.jpg

Sônia Braga, a primeira atriz a ganhar o Prêmio Platino de Honra, pelo conjunto de sua carreira, dedicou o prêmio ao ator e amigo José Wilker, falecido na madrugada do domingo. “Pessoalmente eu desfrutei cada pequeno segundo que é estar na frente de uma câmera. Mas não o fiz sozinha. Ninguém o pode. Por isso gostaria de agradecer a todos que dividiram comigo esta travessia de minha carreira. Queria pedir licença neste momento. Como atriz e como amiga, por tudo que vivemos juntos, pelo meu grande amor,  dedicar este prêmio e todos as honras e aplausos para este grande ator latino-americano e amigo, José Wilker, meu companheiro de Dona Flor, que nesta manhã nos deixou.  Isto é para você, José, meu amor”, afirmou Sônia ao receber o troféu da mão de Enrique Cerezo Torres, presidente da Egeda (Entidade de Gestão de Direitos dos Produtores Audiovisuais), que promove a premiação, em parceria com a  Fipca (Federação Iberoamericana de Produtores Cinematográficos e Audiovisuais), órgão que incentiva coproduções entre países do grupo, reunindo produtores de 17 países.

 

“Muito obrigada. Para todos nós do cinema. É uma linda noite. Estou muito contente de estar aqui. Todas minhas palavras vêm do meuc oração. Parabéns aos criadores do Prêmio Platino. Muito obrigada, Panamá, por me acolher em sua casa. Para mim é um privilégio ser a primeira atriz a receber o Platino de Honra. Obrigada Enrique Cerezo por ser você quem me entrega”, declarou a atriz de clássicos do cinema latino como Dona Flor e Seus Dois Maridos, Gabriela e Tieta.

Sônia, que não quis dar entrevistas, concluiu: “Desejo vida longa ao Prêmio Latino, que acaba de nascer. E que todos os sonhos tragam noites de alegria como esta.”

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.