As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O buraco (e não só o do Metrô) é mais embaixo. E a praça é do povo.

Flavia Guerra

13 de maio de 2011 | 23h31

estacaodiferenciada.JPG

Próxima estação: Diferenciada

São Paulo (Bairro do Limão, onde está a redação do Estado, para onde venho de metrô até o Barra Funda e atravesso a ponte porque ainda não há metrô do outro lado do rio)

Então. Pronto! Virou bagunça! Minha gente. Pera lá. Preconceito se combate com inteligência, ação e humor.

Quer ver? Ó o que o leitor Eduard postou:

GENTE DIFERENCIADA

Tem gente diferenciada no Metrô
Servindo os clientes nos bistrôs
E cuidando das casas da elite
Que adora vê-los na televisão
Como seres de outra dimensão
Dimensão que para eles não existe.

Essa tal gente diferenciada
Quando divide as calçadas
Desperta verdadeiro horror
E chega a causar ânsia
Quando a sua fragrância
Não é ao menos Azzaro.

Isso me faz refletir
Sobre o direito de ir e vir
E me força a dizer: Basta!
Mudemos a nossa sociedade
Pois nela na realidade
Existe o sistema de castas.

Eduardo de Paula Barreto

peruao.JPG

Vagão Diferenciado

Já a Juliana mandou  a letra do pagodão que a galera vai cantar no churrascão! (paródia do Pagode na Cohab, do Negritude Jr)

Pagode Com Kassab

Tô votando no Kassab
E daqui da minha janela
Vejo estádio pacaembu e essa região tão bela

No Serra também tô votando
Pra ele não ficar sozinho.
Porque odeio camelô e quero meu bairro limpinho.

No meu rodízio eu só pego Taxi
pra rodar pela cidade
eu sou contra esse metrô
e a favor dessa desigualdade!

Pra chegar no bairro
Só no ar condicionado no maior astral!
Aqui em Higienópolis
Ninguém gosta de facilitar pra serviçal!

churrascao1.jpg

Churrasqueira diferenciada

Aí, o Lula se manifestou ontem em sua primeira visita no ABC depois de deixar a presidência e disse:

“Eu acho um absurdo porque isso demonstra um preconceito enorme. Eu pessoalmente não posso conceber que uma pessoa que estudou tanto, que uma pessoa que tem posses, seja preconceituosa e queira evitar que as pessoas mais humildes possam transitar no bairro onde moram”, disse Lula ao deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, após receber homenagem.

O comentário foi semelhante ao feito pelo ex-presidente quando questionado sobre um artigo do também ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sobre o papel da oposição.  No texto, FHC sugere que o PSDB pare de disputar os votos do “povão” com o PT.

“Sinceramente não sei como alguém estuda tanto e depois quer esquecer o povão. O povão é a razão de ser do Brasil. E do povão fazem parte a classe média, a classe rica, os mais pobres, porque todos são brasileiros.”, disse Lula na ocasião.

Aí, Pronto! A discussão que até agora era de logística, classes, inclusão social, territorial, astral enfim, virou política!

E tem mais, o Danilo Gentili fez uma piada que eu acho sem a menor graça! Eu posso até ser acusada de não ter senso de humor, mas eu, que já percorri a Marcha da Morte que os judeus percorriam na Polônia durante a Segunda Guerra, durante as filmagens do ótimo documentário Marcha da Vida (em cartaz, aliás), que já estive em mais de dez tipos de campos de concentração, não consigo, desculpe,  não consigo achar a mínima graça quando o Gentili me vem com “Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwiz.”

file:/C:/Documents%20and%20Settings/fy81960/Desktop/gentili.htm

Tem gente que acha que piadista e humorista tem licença poética. Mas eu tenho minhas limatações e não acho a mínima graça em piada racista, classista e anti-semita. Sei lá. Dar vários rolês pelos fundões de Birkinau acabaram com este ‘meu senso de humor’.

Aí, o Gentili gentilmente se retratou e disse: Peço perdão se falhei nesse meu objetivo com a piada q fiz esta tarde. Me coloco a disposicao da comunidade Judaica para me redimir.

e

Minha intenção como comediante nunca foi trazer nenhum outro sentimento ao publico que não fosse alegria.

aqui:

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=1974228126337&set=a.1940152994480.2116977.1562096844&type=1&theater

POIS É!!!

Pronto. Virou questão de racismo e preconceito agora? Ah não! Não!

Assim como a Ruth Rutman Rutman me disse hoje no facebook:

“para flavia guerra,
gostaria de não receber mais seus comentarios idiotas, guarde para quem os valoriza, não sei quem é flavia guerra
este e-mail não me acrescenta nada. Vá jantar no clube nacional com os pobretões q fazem esta campanha. Lá tem jantar com direito a discurso de vereador e deputado e menbrosdojudiciario dividindo a mesa.”

O meu comentário era uma piada a respeito do fato de que há quem em Higienópolis (seja judeu, japonês, chinês, boliviano, cearence, baiano, italiano, da ZL, do Capão, do Pacaembu, da Barra Funda enfim) prefira ter um terceiro supermercado Pão de Açúcar a uma segunda estação de metrô.

Duvida? Assista: http://noticias.uol.com.br/ultnot/multi/2011/05/13/0402CD9C3468C4A11326.jhtm?metro-em-higienopolis-divide-moradores-e-trabalhadores-0402CD9C3468C4A11326&from=compartilhe-facebook&

A minha piada dizia: “mas pro povo ‘não diferenciado’, o pão de açucar valoriza mais! afinal, tem vários produtos importados da escandinávia lá. e o metrô vai atrair camelôs que trazer produtos importados da china! e isso, hoje em dia, tem até lá na Oscar Freire! :-P”

GENTEM, queridos leitores, pelamore!  A discussão pode até ser politicamente incorreta, mas racista jamais. Como eu disse ontem que o buraco (e não só o do Metrô) é mais embaixo, o que a priori era (ou parecia ser) só uma questão de logística (distância ou necessidade de uma estação e/ou linha tão próxima da outra) serviu de pretexto para que recalcadas mágoas de ambos os lados diferenciados e não diferenciados começassem a se alfinetar mutuamente.

Locomover-se é preciso. Discutir não é preciso. Mas manisfestar-se é sempre necessário.

convitaodiferenciadao_1.JPG

Foi convidado pro Churras? Então, RSPV!

Então, para os que pensam que o Churrascão foi cancelado digo: Não foi não. O criado pelo Danilo Saraiva  foi só ‘modificado’ e vai ocorrer sim. Olha só: http://www.facebook.com/event.php?eid=114458621971272

E um dissidente (sim, porque brasileiro tem de ‘dissidir’ até na hora de concordar) foi mantido: http://www.facebook.com/event.php?eid=173277356061057

então, sabadão é dia de dar um rolê por Higienópolis e ver se a praça (Vilaboim e afins) é do povo (local ou diferenciado). A ver! e a vir!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.