As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Kristen Stewart: “Adoro desafios. Adoro sentir medo”, diz a atriz sobre cenas de sexo em ‘Na Estrada’

Flavia Guerra

23 de maio de 2012 | 10h56

Ela roubou a cena da coletiva de imprensa do filme e é a principal personagem feminina do filme  1_on_the_road.jpg

CANNES – Ainda que Na Estrada seja um filme em que os personagens masculinos dominam a cena, são as atrizes as grandes estrelas do novo longa de Walter Salles, exibido há pouco para a imprensa internacional.

Kristen Stewart causou alvoroço na coletiva de imprensa e suas declarações provaram que não é por acaso que ela merece o papel de Marylou, a namorada (ou quase) do rebelde Dean Moriarty (Garrett Hedlund). O casal beatnik é inspirado no poeta beat Neal Cassady e Luanne Henderson.

Quando questionada sobre as ousadas e memoráveis cenas de sexo que protagoniza (fãs de Crepúsculo, tremei!), respondeu: “Todo mundo que faz cenas assim diz: ‘Foi muito tranqüilo. Me senti muito segura. Walter me deu toda segurança…etc. Mas o fato é que eu adoro desafios. Adoro sentir medo. A razão pela qual aceitei fazer é que a gente pode fazer coisas novas. Eu nem pensei em nada. Fiz este filme porque me sentir provocada a ir alm. A gente só pensou em ir além. Contanto que você seja realmente honesto, não há nada a temer.”

Para se preparar para viver Marylou, além do livro, de muita pesquisa e até de gravações da voz dos personagens reais, a atriz contou com o tempo. “Eu tinha 16 anos quando Walter me convidou. E foi ótimo que pude envelhecer e amadurecer um pouco antes de filmar.”

Para Kristen, este é um filme sobre sentimento. “É sobre tentar encontrar quem esta mulher que a gente não conhece, mas sabe que ela está sempre lá. O que admiro nela é que ela nunca se vendeu. Não estava se rebelando contra nada. Só tentando ser ela mesma. E ela é tão completamente humana. Ela nunca fez de si mesma um produto. Ouvi horas e horas de sua voz. E nem sei descrever o que senti. De repente ela tinha uma voz. E fiquei completamente apaixonada por ela. Eu a senti. Ela é realmente este link incrível entre os dois.”

[galeria id=3048]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.