As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A PERIFERIA ESTÁ EM TODA PARTE

Flavia Guerra

22 de junho de 2010 | 19h46

Periferia


Segundo Aulete,
(pe.ri.fe.ri.a)

sf.
1. Geom. Linha, imaginária ou não, que delimita um lugar, um corpo, uma superfície; CONTORNO; PERÍMETRO: a periferia de um círculo/território.
2. Geom. Superfície de um sólido.
3. Fig. Condição ou localização do que está em volta, próximo, na vizinhança de algo, e não no centro: a periferia da biblioteca pública.
4. Fig. Contiguidade, proximidade: Ficava sempre na periferia dos problemas, sem examiná-los a fundo.
5. Bras. Região afastada do centro urbano de uma cidade, ger. habitada por população de baixa renda: Vive na periferia do Rio de Janeiro
6. P.ext. Conjunto dos países em desenvolvimento, em relação às grandes potências.
7. Bot. Extremidade marginal da folha.

Michaelis:

pe.ri.fe.ri.a
sf (gr periphéreia) 1 Geom Contorno de uma figura curvilínea. 2 Estereometria. 3 Superfície de um sólido. 4 Circunferência. 5 Anat Superfície externa do corpo ou de um órgão. 6 Bot Extremidade marginal da folha. 7 Urb Região distante do centro urbano, com pouca ou nenhuma estrutura e serviços urbanos, onde vive a população de baixa renda.

Definições de dicionário muito ajudam, mas no caso do presente blog muito atrapalharam esta que vos escreve a encontrar um conceito que definisse e reunisse (em seu centro e periferia) o que é de fato um blog que versa sobre o que ocorre Na Perifa.

A minha Perifa é relativa. Absoluta em seus princípios. Relativa em seus pontos de vista.

E não se submete a ser definida por um conceito geográfico, não é só a perifa de quem ‘está do outro lado da ponte’ do Rio Tietê, do Tâmisa, do Siena, do Hudson, do Capibaribe, da Lagoa…

A minha Perifa passa pela música que não toca na ‘rádio da hora’. Pelo livro que não será lançado naquele shopping bacana. Pela alta costura que não será vista naquela revista de bairro. Pelo filme ‘para o grande público’ que não será exibido naquele cinema de arte. E pelo filme de arte que não será exibido naquela sala comercial… Pela moda que não desfila nas Fashion Weeks. E pela moda da fashion week que não chega na perifa… Pelos anônimos que não saem nas colunas sociais. E pelos famosos que não entram nas quebradas… Por tudo que gira em torno de algo que nos mobilize, encante, chame atenção, que nos alumbre.

Para concluir, faço minha a definição da famigerada Wikipedia (e periférica nos ‘livros de citações’ acadêmicos) nossa de todos os dias: “num sentido genérico, quer dizer ‘tudo o que está ao redor’”

Pronto! Eureka! É isso. Na Perifa versa, fala, enfoca, tergiversa, mostra, enfim, versa sobre tudo que acontece ao redor do que se convencionou chamar de ‘Centro’, ‘mainstream’ dos acontecimentos deste mundo grande, global, globalizado e, ao mesmo tempo, tão provinciano, local e periférico.

A partir de hoje, sem mais delongas, esta blogueira, finalmente, abre os trabalhos do Na Perifa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.