As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cannes 2012 – Cenas de um Festival: As benditas filas

Flavia Guerra

17 de maio de 2012 | 17h03

Cenas de Cannes – As benditas filas

 filacannes_1.jpg

Cena típica de um festival. Depois de cruzar com o presidente do júri, Nanni Moretti, que caminha calmo e tranquilo pela super lotada Croisette em direção à sessão de abertura da Quinzena dos Realizadores, o jornalista, o cinéfilo, o produtor, o distribuidor enfim, chega esbaforido em frente ao Théâtre Croisette no hotel Marriot. Obviamente, diante da fila imensa, que vira a esquina, o ‘cidadão comum’, ou o que não chegou uma hora antes, perdeu a estreia mundial de
The We and The I, do sempre cult Michel Gondry.

O que fazer então? Correr para o Espace Miramar, na esperança de conseguir entrar na sessão de abertra da Semana da Crítica, de Broken, Rufus Norris, com a presença do presidente do júri da seção Un Certain Regard, Tim Roth. Corrida por dois quarteirões até a sala mais próxima e… bang! Outra fila quilométrica, outro empurra-empurra para conseguir um lugar não ao sol, mas sim na sala escura.

Sala lotada..