Um turista no Dia do Trabalho

Estadão

30 de abril de 2009 | 18h31

É incrível como algumas bandas caem no nosso colo. Foi assim com o Athlete, uma banda de Londres formada em 2000 por Joel Pott (vocal, guitarra), Steve Roberts (bateria), Tim Wanstall (teclado) e Carey Willets (baixo). Uma vez, nos Estados Unidos, ouvi a banda em uma rádio alternativa e lembro que achei o nome engraçado, ‘Atleta’. Mas como a música era legal, fui atrás do disco dos caras e acabei encontrando uma banda bem interessante.

Essa é minha música favorita desses ingleses: ‘Tourist’, aqui tocada ao vivo no festival Live from T in the Park (2005). A seguir, a letra (boa, meio triste), a tradução (livre, claro) e o vídeo. Nada melhor do que ser turista no Dia do Trabalho. Bom feriado. 🙂

Tourist

This european air
It always warms my face
I wish I could buy some

I will bring you stories
And bleary-eyed photos
Like a regular tourist

We don’t go breaking down
I feel like nothing ever will
We don’t go breaking down
I feel like nothing

Suitcases down our street
Are rolling once again
I roll away with them

Five days inside Zoo York
To lose myself with friends
I’m nowhere without you

We don’t go breaking down
I feel like nothing ever will
We don’t go breaking down
I feel like nothing ever will
We will never go breaking down
I feel like nothing

Just wanna be with you
My baby

I’m counting up the cost of time
And when I waste some time away
We cannot save ourselves alone
Or live life on a mobile phone

I’m counting up the cost of time (just wanna be with you, my baby)
And when I waste some time away (just wanna be with you, my baby)
We cannot save ourselves alone (just wanna be with you, my baby)
Or live life on a mobile phone (just wanna be with you, my baby)

Turista

Esse ar da Europa
Sempre esquenta o meu rosto
Eu gostaria de poder comprar um pouco

Eu vou te trazer histórias
E fotos com os olhos vermelhos
Como um turista normal

Nós não vamos ficar pra baixo
Eu sinto como se nada disso nunca fosse acontecer
Nós não vamos ficar pra baixo
Eu sinto como um nada

Malas na nossa rua
Estão rodando mais uma vez
Eu rodo para longe junto com elas

Cinco dias dentro do ‘Zoo York’
Me perder com meus amigos
Eu não sou lugar nenhum sem você

Nós não vamos ficar pra baixo
Eu sinto como se nada disso nunca fosse acontecer
Nós não vamos ficar pra baixo
Eu sinto como um nada

Só quero estar com você
Meu amor

Eu estou contando o preço do tempo
E quando eu jogo o tempo fora
Nós não conseguimos nos salvar sozinhos
Nem viver a vida em um telefone celular

Só quero estar com você, meu amor

[kml_flashembed movie=”http://www.youtube.com/v/RUs-aHDgSqE” width=”425″ height=”344″ wmode=”transparent” /]

Tendências: