Um belo presente para o dia-a-dia

Estadão

29 Janeiro 2007 | 12h17

Sua mulher reclama que você não dá jóias para ela? Minta que vai pensar no assunto e a convide para ir ao cinema assistir a ‘Diamante de Sangue’. Diga que é com o Leonardo DiCaprio que ela vai querer ver. O filme mostra que por trás daquelas minúsculas pedrinhas que brilham (e fazem os olhos da sua mulher brilharem) estão milhares de mortos em conflitos na África. O filme é bem violento: ela vai ficar alérgica até a cacos de vidro.

Aproveite a oportunidade e conte que matérias-primas como ouro e prata vêm de minas e garimpos cruéis, verdadeiros formigueiros humanos no fim do mundo. E que esses metais preciosos já foram responsáveis pela opressão da antiga América e Ásia, etc. Sensível como ela é, nunca mais vai querer usar jóias.

Ela, porém, pode mudar de assunto e dizer que precisa trocar o carro. Explique que isso também não é uma coisa assim, simples. Um carro novo, fabricado por trabalhadores divididos entre sindicatos e empresários exploradores? É bom pensar bem. Siga este raciocínio e você driblará qualquer pedido… material.

E por quê? Por que privá-la de se exibir a amigas e parentes no almoço de domingo?

Bem, em primeiro lugar, para sobrar dinheiro para coisas mais importantes. O seu uísque 12 anos, por exemplo. Mas, principalmente, para fazê-la entender que há uma infinidade de presentes caríssimos no mundo, mas que nenhum deles chega aos pés do que você pode oferecer de graça: o seu amor.

Eu sei, é difícil uma mulher entender isso num primeiro momento. Mostre que há outras formas de você provar seu amor. Um beijo roubado no corredor de casa, um café da manhã na cama, um ‘eu te amo’ pelo telefone no meio da tarde. Nada disso custa dinheiro, mas vai melhorar o dia dela. E ao melhorar um simples dia, você imeditamente melhorará a vida da sua mulher, que é, no fundo, feita de dias, um após o outro, e não de eventuais e abstratos planos para o futuro. O amanhã nunca chega, porque quando realmente chega, já virou hoje. E o que muda a nossa vida é o que a gente faz nos hojes. Dos ontems, guarde apenas as boas lembranças e aprenda com os erros. O mais importante é ser um cara legal hoje. Assim, você não precisará comprar um anel de diamante amanhã.