Por que nos apaixonamos

Estadão

06 de maio de 2009 | 12h25

Já ouvi críticas aos meus textos de gente que alega que não sou psicólogo ou psiquiatra, portanto não tenho o direito de ficar falando bobagens sobre o comportamento das pessoas. Concordo plenamente. Não tenho formação acadêmica em nenhuma área relacionada à psicologia. O mais perto que cheguei de um analista foi no dia em que ouvi a música ‘O Divã’, do Roberto Carlos. O que escrevo aqui é apenas fruto de observações ou experiências pessoais. E ponto.

Essa humilde introdução foi para dizer, com falsa modéstia, que descobri o que faz um homem se apaixonar por uma mulher, e vice-versa. Não é pouca coisa, já que essa questão persegue a humanidade há séculos.

Talvez você concorde, talvez ache uma grande besteira. Há várias razões para alguém se apaixonar, mas as que abordo aqui são as essenciais, na minha opinião.

Vamos começar pela mulher. O que faz uma mulher gostar de um homem? Mais do que isso, o que transforma a paixão de uma mulher por um homem em amor? A admiração que ela tem por ele. Essa admiração pode ser de várias formas e intensidades diferentes. O cara pode ser um excelente profissional. Ou pode ser um grande artista. Ou pode ser um ótimo pai. Ou pode ser… milhões de coisas, claro.

Só para esclarecer: não estou falando de riqueza ou sucesso. A mulher se apaixona quando sente admiração por quem ele é, pelo que ele representa como pessoa. Não é algo formal, muito menos o sentimento de alguém que olha de baixo para cima. É apenas orgulho por estar ao lado dele. Em última instância, é a admiração que faz com que a mulher queira se eternizar ao lado desse cara, criar uma família, gerar filhos.Quando a admiração chega ao fim, o amor chega ao fim.

E quanto ao homem? O que faz um homem se apaixonar por uma mulher? A atração. Atração física, sim, mas não só isso. Essa atração pode existir em vários níveis, sexual, sensorial, emocional; o que o homem precisa é se sentir atraído. Por favor não imagine que estou falando só de beleza. Há diferentes tipos de beleza, assim como há diferentes níveis de exigência de um homem em relação à beleza. Mas ele tem que sentir atração para querer voltar sempre àquela mulher, querer mantê-la sempre próxima, querer a presença dela na hora de dividir o sono. A atração é a preliminar do desejo.

Se essa atração chegar ao fim, pode ter certeza de que o homem vai correr atrás de outra. Ele precisa disso para se sentir vivo. Admiração, atração… isso é só o meu ponto de vista. Espero que algum psicólogo assine embaixo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.