Nokia Trends: por que ir (ou não)

Estadão

25 Novembro 2006 | 19h16

Bom, é claro que a chuva vai atrapalhar a melhor balada do fim de semana (hoje é sábado). Tudo bem, a organização do Nokia Trends diz que a maior parte do evento é coberta, etc, mas a gente sabe que é chato – principalmente o acesso ao Anhembi e tudo mais. De qualquer jeito, vou começar a criar um guia para baladas, em um formato para ajudar quem está pensando em sair à noite e quer saber exatamente o que vai encontrar. Aceito sugestões para incrementá-lo. Vamos lá:

Balada: Nokia Trends

Info: (o endereço e tudo mais está em um post anterior, dá uma olhada lá)

Público: Gente descolada e moderninha que gosta de música eletrônica. Alguns cybermanos (também conhecidos como tecno-periferia) também devem aparecer, mas em menor quantidade que no Skol Beats, já que o NT não tem artistas de drum n’bass).

Faixa etária: De 20 a 35 anos.

Para curtir: cerveja ou destilado com energético (não vá misturar cerveja com vodka, você deve saber isso tanto quanto eu). Talvez você veja um ou outro fumando alguma erva ilegal. Afaste-se para evitar problemas.

Ideal para: quem está solteiro e procura gente interessante e contemporânea para diversão vazia e imediata. Quem tem sorte, encontra a mulher (homem) da vida em qualquer lugar. Até na pista.

Não vá se…: Você for casado e estiver a fim de uma baladinha light com a sua cara-metade. Tem tantos filmes bons em cartaz! ‘Os Infiltrados’ e ‘Volver’, por exemplo. Depois do cinema, um sushi básico para refrescar – o calor está infernal.

Vá se…: você pretende dançar até de madrugada e terminar a noite em algum lugar mais íntimo (se tudo der certo). Se acabar a noite sozinho (a), a Galeria dos Pães (R. Estados Unidos, 1645, 3064-5900) é 24h.

Música: vai rolar principalmente música eletrônica, mas algumas bandas (como o The Bravery, de Nova York) misturam batidas eletrônicas com rock and roll. Não há nenhum artista muito famoso para a média geral do público.

Homens: Boa balada para conhecer mulheres bonitas… e baladeiras. Muitas modelos devem aparecer por lá. Se a pista estiver muito cheia, tente pulseirinha para entrar na área VIP, mas nem adianta dizer que é meu amigo. Como sempre, leve preservativo.

Mulheres: Não encare nenhum homem na pista, a não ser que você tenha interesse em conhecê-lo. Muitos modelos e modernos na área. Alguns playboys, para quem gosta. Se você sentir que o cara está bêbado, finja que vai até o banheiro e dê um perdido. Tem coisa pior que cara bêbado puxando papo na balada? Lembre-se: um sorriso, para um homem, é um convite para que ele pergunte seu nome. Na dúvida, é sempre mais fácil para a mulher entrar na área VIP. Outra coisa: eu sei que você queria colocar aquele sapato novo, mas esqueça. Vá de tênis que seus pés agradecem. Você não precisa de salto alto para ser interessante. Como sempre, leve preservativo.

Vejo vocês lá.