E o Oscar 2008 vai para…

Estadão

25 Fevereiro 2008 | 13h08

Tilda, Marion, Javier

Tilda Swinton: “Esse cara dourado parece um cara lá da minha galáxia.”
Marion Cottilard: “U-hu! Não vejo a hora de sair daqui e encher a cara!”
Javier Bardem: “De que planeta veio essa mulher de cabelo vermelho?”

(Foto – Tilda (ruiva), Marion (centro) e Javier: Lucy Nicholson/Reuters)

Da mesma maneira que todo mundo vira técnico de futebol durante a Copa do Mundo, todo mundo também vira um pouco crítico de cinema na semana do Oscar. “Eu acho que a direção de arte do filme tal está maravilhosa” ou “os figurinos do filme X merecem o Oscar” são questões que costumam dar boas discussões nas mesas de almoço no domingo da cerimônia.

Eu vi o Oscar e gostei, como sempre. Adoro aqueles clipes que eles mostram no telão, com cenas de filmes inesquecíveis de todas as épocas. Como o Oscar é muito longo, não reclamo nem dos musicais cheios de bailarinos e cantoras adocicadas: quer hora melhor para ir ao banheiro ou fazer uma pipoca?

Só para não perder o lado crítico, acho um absurdo a Globo, que detém os direitos do Oscar para a TV aberta (ou seja, para a maioria da população), não exibir a cerimônia na íntegra porque domingo é dia de… Big Brother. Como alguém em sã consciência faz um planejamento do tipo: “Bom, hoje é dia do Oscar. Mas o que é o Oscar, né? O Big Brother é muito mais importante.” Faz o BBB mais curto nesse dia, pô! Que desrespeito com quem gosta de cinema!

A seguir, comentários sobre a festa de ontem:

1. Parabéns ao Javier Barden pelo Oscar de ‘Onde os Fracos Não Têm Vez’. Ele era o favorito e foi o primeiro ator espanhol a ganhar um Oscar… não dava para ter feito a barba, pelo menos? (Fofoca: você notou que ele não estava com a Penélope Cruz?)

2. Adorei o Jon Stewart como apresentador. Melhor que ele, só se tivesse sido o Seinfeld.

3. A mulher que ganhou o Oscar de maquiagem (Didier Lavergne, por ‘Piaf – Um Hino ao Amor’) era tão feia que deveria considerar usar um pouco mais de… maquiagem. (Foto: AP Photo/Kevork Djansezian)

maquiagem

4. Eu adoro quando o premiado sobe ao palco para receber o Oscar, diz ‘Thank You’, e a tradutora enche a boca para esclarecer, cheia de convicção: “Obrigado”.

5. A Tilda Swinton ganhou o Oscar de Atriz Coadjuvante por ‘Conduta de Risco’. Sou muito conservador: eu pensava que o Oscar era apenas para terráqueos.

6. Quando a Nicole Kidman apareceu para apresntar o Oscar Especial, tive a certeza que os membros da Academia leram meu blog e aceitaram meu conselho de homenagear Stanley Kubrick (ver post anterior). Para minha decepção, não nada disso: Ela chamou um tal de Robert Boyle. Quem? Entrou um cara de 98 anos para receber o Oscar e todo mundo aplaudiu de pé. Se o cara era tão bom, por que não deram o Oscar para ele antes? Tipo quando ele era tinha uns 87?

7. Quer saber quem são as pessoas que você mais gosta na vida? Imagine o seu discurso de agradecimento se você ganhasse o Oscar. Elas estão lá.

8. A atriz Marion Cottilard, de ‘Piaf – Um Hino de Amor’, foi eleita (por mim) como a mulher da noite. Imagina só: ela estava incrível com seu vestido de peixe (by Jean Paul Gaultier), é uma francesinha linda e charmosa, ganhou o Oscar de Melhor Atriz… Se bem que se a Nicole Kidman e a Cate Blanchett me convidassem para jantar, não posso dizer que não aceitaria.

9. Como é que os irmãos Coen conseguem fazer filmes tão legais sendo tão nerds? (Foto: Mike Blake/Reuters)

coen

Bom, de acordo com o post anterior, acertei 11 de 24 categorias. Será que está bom, na média? Enfim, aqui estão os vencedores.