É fácil ser DJ?

Estadão

08 Fevereiro 2007 | 18h27

Carol

Qualquer evento em Florianópolis vale a pena. O ‘Floripa Tem’, no início de fevereiro, não deve ter sido diferente. Infelizmente não estive lá, mas tenho certeza que Floripa Tem, sim. E muitas.

Recebi as fotos da balada e publico aqui uma delas: Carolina Magalhães
de DJ. Nada contra a… (atriz? modelo? socialite? apresentadora? nenhuma das anteriores? todas as anteriores?) garota, muito pelo contrário. Acho ela charmosa e superbonita. Mas fico curioso para saber o gosto musical dela como DJ. Engraçado que ainda tem gente que discute se DJ é ou não é músico. Não é, claro. Mas isso não quer dizer que isso é pior. Pintor também não é músico, nem escritor. DJ é uma profissão à parte, uma atividade muito legal.

Gosto mais dos DJs criativos como Fatboy Slim e Chemical Brothers, mas aí vai do gosto pessoal. Enfim, o que não gosto é que misturam tudo num saco de gatos só. E como todos os gatos são pardos, a sigla ‘DJ’ poderia crescer e virar ‘D(FGCMPADF)J’ (Descolados Famosos que Gostam de Colocar Músicas Para os Amigos Dançarem em Festas Jeitosas’.

Mas, enfim, o que a Carol Magalhães está fazendo mesmo com um CD na mão?